Privacidade no iPhone, um comercial da Apple sobre como lidamos com nossos dados

Quem nunca se sentiu perseguido por anúncios enquanto navegava na Internet? Eu mesmo tenho me sentido perseguido até assistindo TV (mas aí já são paranoias minhas, talvez não). A gigante de tecnologia, Apple, criou uma campanha bastante divertida porém um tanto quanto assustadora sobre como é o mundo onde não temos controle sobre nossos próprios dados.

Veja também:

Os aplicativos que instalamos em nossos smartphones podem ter acesso a informações que de forma consciente talvez não compartilharíamos com um desconhecido, como por exemplo: o nosso estado de saúde, nossa localização, nossa data de nascimento, preferências de compra e até mesmo nosso estado de humor. Por isso a iniciativa da maçã em criar esse comercial que, além de informar sobre uma nova funcionalidade de seu aparelho é uma obra de conscientização e utilidade pública. Assista:

Publicidade da Apple sobre privacidade digital. Música do vídeo: Delta 5 – Mind Your Own Business

O vídeo foi criado para informar aos usuários de que eles agora tem o poder de escolha, Podem permitir ou não, previamente, que aplicativos usem suas informações e isso de certa forma é bastante disruptivo, pois o que mantinha a receita de vários aplicativos era o uso de dados para vender publicidade personalizada ou até mesmo vender seus dados para seguradoras ou empresas com interesses escusos.

Foto de divulgação da campanha Privacidade no iPhone onde aparece um rapaz negro ao fundo desfocado segurando u iPhone 12 azul com uma das mãos.
Saiba mais sobre o que pensa a Apple sobre privacidade no iPhone através do site oficial da marca.

Proteção de dados em território nacional

No Brasil o compartilhamento de informações segue as as regras da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), aprovada em agosto de 2018, que visa justamente a regulamentação do uso de dados dos brasileiros. Veja mais sobre a LGPD no site da SERPRO.

(✔️) Nemli & Nemlerei

Como o Duhzera.com, além de entretenimento e humor também é cultura e informação, sugerimos aqui um documentário antigo, de 2013 porém bastante atual, chamado Under Terms And Conditions, ou Sujeito a Termos e Condições, que retrata exatamente como a nossa sociedade sucumbiu ao “Aceito os termos de uso” sem ao menos ler um único parágrafo do que se é acordado.

Já pensou aceitar um termo desse e vender a própria alma ao diabo sem se dar conta disso? Brincadeiras a parte sabemos que campanhas sobre privacidade como essas do iPhone e tantas outras que estão surgindo (vide as do banco Itaú) só mostram que estamos caminhando a passos largos um futuro menos intrusivo.

Eduardo Freitas

Gordo, nerd e tetudo. Estudante de Sistemas de Informação e apaixonado por internet, design, tecnologia e negócios online.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

PSY lança novo hit viral em parceria com SUGA do BTS Por dentro da mansão de US$ 12 milhões que parece um castelo MIOJO DOCE: conheça os novos lámens que estão dando o que falar Bilionário Elon Musk não tem casa e dorme em quarto de amigos Cachorro é multado na Alemanha por excesso de velocidade Bizcochito: o hit mais envolvente do momento